Cartaz 2002

Soberania não se negocia

Em 2002, o lema foi Soberania não se Negocia, junto com a realização do Plebiscito Nacional contra a ALCA em todo o Brasil, momento este de tentar manter a soberania nacional, face o imposição do capitalismo norte americano nos países da América Latina e sobre o povo desses países. A luta e organização é a favor de uma nação livre, soberana e independente, (que seja capaz de decidir seu futuro) e por uma economia fundamentada na justiça, na solidariedade e na paz. O Grito denunciou que a Pátria estava sendo negociada, na ALCA, sem que o povo tenha conhecimento do que está sendo comprometido. O povo quer saber, o povo precisa saber e está disposto a participar. Cada voto do plebiscito, significou uma voz e um Grito, na grande sinfonia que canta e diz “Liberdade não tem preço e Soberania não se Negocia”.

2002

BUSCA